IPVA, DPVAT e demais tributos veiculares que motoristas precisam pagar durante o ano

Todos os anos os motoristas devem pagar tributos veiculares para garantir que o veículo possa rodar corretamente pelas vias públicas. O pagamento desses tributos também garante a manutenção das rodovias estaduais já que o dinheiro é pago a cada estado e o governo que organiza a distribuição. Como muitas pessoas conhecem apenas o básico sobre esses impostos vinhemos aqui explicar um pouco sobre quais são esses tributos veiculares e para que servem.

O que é o DPVAT?

O Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores Terrestres, conhecido mais pela sigla DPVAT, é um seguro obrigatório criado em 1974 que tem como principal função proteger todos os brasileiros em casos de acidentes de trânsito.

Esse seguro indeniza qualquer vítima de acidente de trânsito em território nacional, seja motorista, passageiro ou pedestre. Devido a isso o pagamento desse tributo é tão importante, já que ele serve de auxílio nessas situações que muitas vezes são tão críticas e muitas pessoas não possuem a condição de custearem. Em casos em que o motorista não realizou o pagamento do Seguro eles não terão o direito ao recebimento da indenização do acidente.

O que é o licenciamento?

O licenciamento é o documento que atesta que o veículo está com as normas de segurança em dia e pode circular normalmente pelas ruas. O pagamento dele deve ser realizado anualmente e é obrigatório seu porte a todos os motoristas para que em casos de abordagem seja apresentado aos policiais para uma conferência sobre o veículo e para facilitar a vida dos motoristas a tecnologia vem sendo usada como auxiliar fazendo com que as pessoas consigam ter acesso a ele pelo próprio celular.

E para todos os motoristas é importante se preparar para o licenciamento 2022 RS para que possam circular normalmente e de acordo com a lei.

O que é o IPVA?

O IPVA, Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, é um importo cobrado anualmente e seu valor é determinado pelo governo estadual variando de 1% a 6% do valor do veículo em questão.

O valor arrecadado com o IPVA é direcionado ao Tesouro e administrado pelo estado em questão que possui necessidades e pode utilizar esse valor arrecadado para isso, não obrigatoriamente em melhorias de estradas ou rodovias.

Esses são os principais tributos veiculares cobrados aos motoristas para que sejam pagos todos os anos evitando assim a apreensão do veículo e outros prejuízos, como colocar a segurança do próprio motoristas, dos passageiros e dos pedestres em risco.

Fonte: licenciamento2022.pro.br

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *